sábado, 24 de setembro de 2011

veja você, onde é que o barco foi desaguar..


O tempo é maestro do improvável. Ele nos leva a caminhos que jamais imaginamos trilhar, nos surpreende quando o futuro parece tão óbvio e dá a nós a oportunidade de rever nossas escolhas. Vivemos na incerteza, com o falso sentimento de que temos o controle de tudo, quando, na verdade, abandonar nossas certezas deveria ser uma tarefa diária. Até porque elas não existem. Tudo se perde, tudo muda, tudo acaba.  Não há garantias de futuro, nem mesmo de passado, pois ele é reconstruído cada vez que relembramos um fato e assim, damos a  ele outra intensidade, outros sentimentos. Nada do que nos lembramos é uma realidade fiel do que aconteceu. Relembrar é um constante reviver. E talvez seja isso que nos faz evoluir.
Tente manter o controle, mas permita-se supreender.



Um comentário:

  1. faço minhas as suas palavras:"Permita-se surpreender"...
    otima!
    bjoo

    ResponderExcluir